A Publito possui uma metodologia que define critérios a seguir desde a encomenda de produtos/serviços até ao pagamento integral. Desta forma a seleção de fornecedores é feita de acordo com rigorosos procedimentos internos. Os processos de aprovação e seguimento são realizados com o intuito de assegurar que os potenciais riscos de matérias-primas e materiais auxiliares para a segurança, legalidade e qualidade do produto final sejam compreendidos e geridos e que os serviços subcontratados são apropriados e que todos os riscos para a segurança das embalagens alimentares são avaliados de modo a comprovar a existência dos controlos apropriados.

 

 

Seleção de fornecedores

A Publito seleciona os seus fornecedores após a análise dos seguintes critérios:

  • Relação preço/qualidade dos produtos;
  • Informação técnica do produto;
  • Informação do fornecedor
  • Análises microbiológicas, químicas e físicas, conforme o aplicável dos produtos;
  • Condições de entrega;
  • Prazos estabelecidos;
  • Condições de pagamento.

Seguimento e avaliação de fornecedores

A Publito realiza um seguimento e controlo permanente a todos os seus fornecedores, efetuando auditorias e procedendo ao registo e tratamento em caso de ocorrências/não conformidades (nas auditorias e/ou nos fornecimentos).

Todos os fornecedores são avaliados através de uma análise de desempenho e de cumprimento dos requisitos transcritos na tabela 1.

Tabela 1. Requisitos para avaliação do desempenho de fornecedores.
Critérios de avaliaçãoPercentagem (%)AvaliaçãoPontuação
FPAFSFM
Certificação IFS, no caso de fornecedor de serviços ou outra certificação501050Certificado100
Não certificado0
Qualidade do serviço/produto105010Conforme/Cumpre na íntegra100
Cumpre parcialmente50
Não conforme/Não cumpre0
Documentação técnica (ficha técnica e resultados de análise)15-15Baixo100
Médio50
Elevado0
Evidência de cumprimento dos requisitos do Food Defense5-5Baixo100
Médio50
Elevado0
Ponderação do questionário feito ao fornecedor5--Baixo100
Médio50
Elevado0
Preço5205Baixo100
Médio50
Elevado0
Prazo de entrega52010Cumpre (quase) sempre100
Por vezes atrasa-se50
Atrasa-se frequentemente0
Formalização da encomenda5-51 dia100
2 dia50
Superior a 2 dias0

 

FPA - fornecedor de produtos/matéria-prima para a área alimentar;
FS - fornecedor de serviços;
FM - fornecedor de materiais;

 

Classificação

Após avaliação, a Publito classifica os seus fornecedores de acordo com a pontuação obtida:

Tabela 3 . Classificação dos fornecedores conforme pontuação adquirida
ClassePontuaçãoCaraterização do formadorAções seguidas
ADe 85 a 100Alta qualidade.
Qualificado sem limitações
O fornecedor encontra-se, na classe mais alta. Comprar preferencialmente se for economicamente viável.
BDe 70 a 84Qualidade estável.Comprar em alternativa a classe A e se for economicamente viável.
CDe 0 a 69Qualidade instável.
Inapto e a requerer grandes alterações
Informar o fornecedor do desempenho obtido. Sugerir melhorias ao fornecedor alertando para a possibilidade deinterrupção de compras.

Procurarem fornecedores alternativos. Compras a estes fornecedores obrigam à derrogação pelo RA.

Se durante o seguimento e/ou reavaliação, a Publito detetar alterações nas condições que deram lugar à homologação do fornecedor, a desclassificação pode ser imediata ou desencadear uma proposta de ações corretivas a critério da Administração.

CÓDIGO DE CONDUTA DOS FORNECEDORES DA PUBLITO

A Publito promove o estabelecimento de relações profissionais de acordo com os seus princípios de ética e valores. Como tal, exige formalmente a todos os seus fornecedores que respeitem os princípios enunciados no código de conduta e que adotem práticas consistentes com o mesmo.

Os fornecedores da Publito, comprometem-se a:

  • Respeitar e cumprir todas as leis e regulamentações aplicáveis no país onde as operações têm lugar.
  • Respeitar, no mínimo, os limites de salários e horários de trabalho estabelecidos na lei e regulamentação do trabalho, incluindo remunerações mínimas, trabalho extraordinário e horários máximos definidos para o país em questão.
  • Garantir que todos os trabalhadores possuem condições de trabalho seguras e saudáveis.
  • Respeitar os direitos dos Trabalhadores à livre associação e sindicalização e negociar coletivamente os seus direitos (permitidos pela Lei do país).
  • Não empregar trabalho forçado ou condicionado, sendo que os trabalhadores podem abandonar livremente o vínculo ao empregador após um pré-aviso razoável.
  • Respeitar e cumprir todos os direitos humanos. Não realizar e proibir atos de assédio, punições morais ou físicas ou quaisquer outras formas de abuso.
  • Não empregar trabalho infantil, e especificamente respeitar os princípios definidos pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).
  • Realizar todas as operações com respeito pelo ambiente e em conformidade com a legislação em vigor no país em questão.
  • Assegurar o integral cumprimento da legislação sobre qualidade e segurança dos produtos ou serviços, respeitando os mais elevados padrões de qualidade vigentes.
  • Garantir que todos os produtos fornecidos à Publito são concebidos, fabricados e testados de acordo com os mais elevados padrões de qualidade e segurança, com o objetivo de assegurar que os mesmos não apresentam defeitos suscetíveis de prejudicar a vida, a saúde e a integridade física dos consumidores.
  • Respeitar as regras relativas à composição, rotulagem, embalagem tecnologia e procedimentos de fabrico e produção em vigor no país onde os seus produtos são comercializados, bem como os códigos de boas práticas existentes em cada setor.
  • Assegurar que os seus prestadores de serviço efetuam seleção e sensibilização dos colaboradores para o cumprimento dos procedimentos e regras da Publito.
  • Conduzir todos os negócios com integridade. Não efetuar pagamentos, oferta de serviços, presentes, entretenimento ou outros benefícios a qualquer colaborador da Publito, com intenção de influenciar o seu comportamento em relação às suas obrigações. Reciprocamente, a Publito não fará tais pagamentos nem oferecerá serviços, presentes, entretenimento ou outros benefícios a qualquer fornecedor, de modo a influenciá-lo sobre as suas obrigações. Não tolerar e proibir por completo qualquer esquema de lavagem de dinheiro.
  • Exigir o respeito pelos princípios deste código aos seus próprios fornecedores diretos e zelar para que os mesmos princípios sejam respeitados nas suas cadeias de abastecimento.
pt_PT